Pharmacie sans ordonnance livraison rapide 24h: acheter viagra en ligne en France.

019p a reuniao dos cristaos.fm

os crentes são santificados e «baptizados em um só
têm dons espirituais, dados por Deus, procuram O Dia do Senhor
Espírito, formando um só corpo» (Actos 2:1; 1ª de
deixar a cada qual a ocasião de utilizar esses dons sob O Senhor Jesus Cristo instituiu a Ceia do Senhor Pedro 1:2; 1ª aos Coríntios 12:13).
a direcção do Espírito Santo, em vista da glória de pouco tempo antes da Sua morte, e solenemente com- Em consequência disto, crêem que o Corpo de Deus (Romanos 12:5-8; Efésios 4:7-11; 1ª de Pedro prometeu os Seus discípulos a compartilharem o pão Cristo é um organismo vivo formado de muitos mem- e o vinho em memória d’Ele. Mais tarde, foi revelado bros, que estão unidos de modo inseparável (Roma- Se alguém é chamado pelo Senhor a consagrar a sua a Paulo que «todas as vezes que comerdes este pão
vida ao ministério da Palavra do Senhor ou a qualquer e beberdes este cálice, anunciais a morte do Sen-
Porque as passagens da Sagrada Escritura que aca- outro serviço, cumpre esse trabalho com a aprovação hor, até que venha».
bam de ser citadas, assim como as outras, ensinam e a comunhão da sua assembleia local (Actos 13:1-3; É por isso que esses Cristãos têm procurado perse- que o próprio Deus formou este organismo desde o 14:14-26). Isto não afasta a sua responsabilidade pes- verar no partir do pão em memória do Senhor Jesus princípio, desejam agir em consequência e reunir-se soal perante o Senhor, porque anda por fé. Como Cristo todos os domingos, como o praticavam os dis- simplesmente como membros do Corpo de Cristo.
todos os outros irmãos e irmãs, respeita o objecto dos cípulos nos primeiros tempos da Igreja: «E, no pri-
Desejam voltar ao que nos é ensinado no
cuidados e da disciplina da assembleia.
meiro dia da semana, estando nós reunidos para
Novo Testamento,
partir o pão» (Actos 20:7).
As Responsabilidades da Igreja Local
e de modo nenhum formar uma nova denominação, Assim, se entrarmos num domingo de manhã na ou uma nova oranização eclesiástica. E, de facto, mui- Estes Cristãos estão convencidos de que cada modesta sala onde houver Cristãos congregados em tos deles saíram de grupos desse género para serem assembleia local tem a responsabilidade, na depen- Nome do Senhor, vê-los-emos reunidos em volta de reunidos em volta de Cristo, fora daquele campo, e, dência de Deus, de manter a santidade da Casa de uma mesa onde estão postos um pão e um cálice de portanto, Seu vitupério (Hebreus 13:13).
Deus (Salmo 93:5; 1ª aos Coríntios 5:11-13). Isto vinho. O pão é o símbolo do Corpo de Cristo, que foidado por nós, e o cálice é o símbolo do Seu sangue que Insistem no facto de que todos aqueles que se arre- implica o interesse e o cuidado de um pelo outro, foi derramado por nós (1ª aos Coríntios 11:23-25). É penderam e creram no Evangelho são seus irmãos e assim como advertências, consolações e auxílio, a única coisa posta à frente, porque não há nem padre, irmãs em Cristo, e são, como eles, membros do único segundo as necessidades (1ª aos Tessalonicenses nem pastor, nem ancião, nem ninguém que presida.
Corpo. Uma vez que o apóstolo Paulo denunciou 5:14). Isto leva também a separarem-se daqueles cujo como carnal a introdução do sectarismo e do denomi- comportamento ou doutrina se tornaram maus, e a Se perguntarmos quem vai distribuir o pão e o nacionismo em Corinto, e assim formalmente os con- recebê-los de novo quando se tiverem arrependido (2ª cálice, dir-vos-ão que qualquer um dos irmãos em denou, estes Cristãos colocam-se humildemente à estado de santidade na assembleia o poderá fazer.
escuta da chamada do apóstolo em Nome do Senhor Nestas reuniões, os crentes têm todos a função de Crêem que cada assembleia é uma representação Jesus Cristo para não participarem em nenhuma «sacerdotes santos» para elevarem o louvor e a ado-
local de todo o Corpo e reconhecem o que elas fazem divisão na Cristandade (1ª aos Corintios 1:10-13; 3:1- ração ao Senhor e para se lembrarem d’Ele na Sua em Nome do Senhor, como sendo, segundo a Palavra morte, e oferecerem sacrifícios espirituais, agradáveis de Deus, revestidas de autoridade e capazes de liga- Por consequência, sentir-se-iam muito felizes se a Deus por Jesus Cristo (1ª de Pedro 2:5).
rem em qualquer parte (Mateus 18:18).
vissem todos os Cristãos reunirem-se muito simples- Um irmão poderá apresentar a Palavra de Deus após mente da mesma maneira, dando o primeiro lugar à Crêem que as Sagradas Escrituras ensinam que as a celebração da Ceia (ou seja: da comunhão do pão e única Cabeça do Corpo, nosso Senhor Jesus Cristo irmãs devem ficar caladas nas reuniões das assem- do vinho), ou então numa outra reunião, a hora dife- (Colossenses 1:18). Nas suas assembleias locais, apli- bleias e que devem cobrir a cabeça, para marcarem, cam-se a manter a unidade do Espírito pelo laço da por um lado, a primazia do homem, e, por outro, a Recepção à Mesa do Senhor
paz (Efésios 4:1-3), reconhecendo todas as assem- soberania e a glória do Senhor devem ser manifesta- bleias que desejam de igual modo reunir-se simples- das na assembleia (1ª aos Coríntios 14:34-35; 11:3- Estes Cristãos têm prazer em receber, para o partir mente no Nome do Senhor Jesus Cristo, tendo em do pão, todos os crentes que tenham o desejo de andar em piedade e em verdade segundo a Palavra de Deus Segundo Actos 2:42, têm reuniões para pregação da Crêem que na assembleia o Espírito Santo está pre- Palavra de Deus, para o partir do pão e adoração, e sente, que Ele a dirige e guia (João 14:16-17; 16;13- Esta recepção implica a participação em todos os 14). Sentem, com gratidão, que foram feitos adorado- privilégios e responsabilidades da vida da assembleia res e que receberam a função de sacerdotes; desejam Desejam perseverar na leitura, na exortação e na e da comunhão. Tais crentes são recebidos como dar ao Espírito uma plena liberdade nas suas reuniões, doutrina. É por isso que lêem a Palavra de Deus e se membros do Corpo de Cristo, e não como «membros para que Ele possa utilizar quem Ele quiser em ora- entregam ao Espírito Santo para lhes mostrar o signi- da nossa igreja», uma vez que todos os Cristãos se tor- ção, louvor e exortação (1ª de Pedro 2:5 e 9; Apoca- ficado do que lêem, conforme Lhe aprouver (1ª a nam, aquando da sua conversão, participantes da lipse 1:6). Tendo compreendido que todos os crentes única e verdadeira Igreja, e toda a adesão ulterior a um grupo qualquer é inútil e não faria senão dividir pelo qual a redenção foi consumada; a Sua ressurrei- ção como prova de que Deus aceitou essa expiação.
A recepção ao privilégio de tomar parte na Ceia do É por isso que «debaixo do Céu, nenhum outro
Senhor não é uma recepção a uma comunhão «aberta» nome há, dado entre os homens, pelo qual sejamos
a todos aqueles que o desejem, nem a uma comunhão salvos» (Actos 4:12) excepto o Nome de Cristo res-
A REUNIÃO DOS
«fechada» por regras ou arranjos humanos. Mas trata- suscitado, porque «a este dão testemunho todos os
se da Mesa do Senhor que nós temos a responsabili- profetas, de que todos os que nêle crêem receberão
CRISTÃOS
dade de «guardar» por causa da santidade d’Aquele o perdão dos pecados pelo Seu Nome» (Actos
Têm a convicção de que aqueles que tomam parte Ele é o Homem que, pelo Seu próprio sangue, na Ceia do Senhor enunciam deste modo a lembrança entrou uma vez por todas nos lugares santos, tendo do Senhor. Assim, têm também parte na Mesa do Sen- obtido uma redenção eterna. «E, tendo sido aperfei-
MATEUS 18:20
hor e exprimem desse modo a sua comunhão e a sua çoado, tornou-Se o Autor da salvação eterna para
identidade com todos os outros participantes do pão e todos os que Lhe obedecem» (Hebreus 5:9).
do cálice (1ª aos Coríntios 10:14-22).
Assim, esses Cristãos verificam que todo o crente Por conseguinte, se compreenderam bem estas ver- pode estar certo de que tem garantida a sua salvação dades, os participantes examinar-se-ão a si mesmos presente e eterna — e esta certeza não vem de senti- «Porque, onde estiverem dois ou três reunidos,
antes de participarem da Ceia do Senhor, com receio mentos ou de experiências, mas sim baseada na obra em meu nome, aí estou eu no meio deles».
de o fazerem indignamente e de desonrarem o Senhor de Cristo, feita uma vez por todas. O crente não pode de Quem eles acabam de se recordar (1ª aos Coríntios nunca perder-se; está tão seguro como se estivesse já Trata-se de Cristãos que desejam ser identificados no Céu, por causa da morte e da ressurreição de Cristo com o Nome que está acima de todo o nome, o Nomeprecioso do Senhor Jesus Cristo. Reunem-se unica- Individualmente, eles não participarão na Ceia mente em Nome do Senhor Jesus Cristo, o divino senão com assembleias que se reunam no espírito do Eles sabem que a Sagrada Escritura os põe em Centro da sua congregação. Recusam, tendo-os por único Corpo e não no espírito de denominações ou de guarda para não tomarem essa doutrina como pretexto anti-escriturísticos, todos os nomes de denominações independências. Eles desejam tomar a Ceia segundo a para atuarem a seu bel-prazer. Com efeito, ela insiste e todos os sistemas inventados pelo homem para orga- verdade do único Corpo de Cristo, seja na sua assem- nas boas obras, como fruto da salvação. Mas tem tam- nizar a Igreja. Convictos de que a Igreja é um só bleia local ou quando de visita em qualquer outra bém estritamente em consideração Tito 2:11-15.
corpo, formado por todos os crentes, recusam usar um parte onde haja assembleia de Cristãos irmãos.
Conclusão
nome que não possa ser comum a todo o povo de Rejeitando absolutamente a ideia de que as mesas É a presença, na assembleia, do Senhor Jesus, que Deus, e assim, preferem o simples nome de: «Cris- das congregações de Cristãos professantes possam ser foi morto e ressuscitado de entre os mortos que atrai tãos», de «Irmãos», de «Santos», etc., que pode apli- mesas de demónios, aceitam inteiramente o princípio juntamente os filhos de Deus, conduzidos pelo poder da associação ensinado em 1ª aos Coríntios 10:18 e do Espírito Santo. Os que se reunem assim em Seu Crêem na inspiração absoluta e perfeita da Bíblia, 20-21, e, por conseguinte, não tomarão a Ceia senão Nome testemunham que reconhecem os Seus direitos que têm como sendo a Palavra de Deus, e isto não ape- onde a unidade do Corpo de Cristo e a santidade da nas em teoria, mas sim na realidade. «Toda a Escri-
casa de Deus são compreendidas e aceites.
Afirmam a sua submissão à Sua Palavra. Confes- tura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para
A Redenção Cumprida
sam que Ele é a única Cabeça da Sua Igreja e que a repreensão, para a correcção, para instruir em
Não se trata de uma crença incerta, mas sim de uma merece o primeiro lugar em todas as coisas. Afirmam justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito
fé absoluta que estes Cristãos têm acerca das doutri- também o seu amor por todos os filhos de Deus, um e perfeitamente habilitado para toda a boa obra»
nas que são expostas nas Sagradas Escrituras: amor que é avaliado segundo uma dupla craveira: A (2ª a Timóteo 3:16-17; 2ª de Pedro 3:16).
A queda do homem e a sua absoluta perdição, a sua obediência a Deus e o cuidado de uns pelos outros (1ª Convictos da autoridade absoluta da Palavra de culpabilidade, o seu estado de morte e de incapaci- Deus e da perfeição dos seus ensinamentos, estes dade; a total inutilidade das obras, da observação dos Todos aqueles que desejem ouvir o Evangelho da Cristãos crêem na unidade da «Igreja do Deus vivo»,
mandamentos da Lei ou de se corrigir para obter a sal- graça de Deus e o ministério da Palavra de Deus são que é «a coluna e o baluarte da verdade» (1ª a
vação; o extraordinário amor de Deus que nos deu um bem-vindos às reuniões desses crentes. Às almas Salvador na Pessoa do Seu Filho Bem-Amado; a per- ansiosas que o interrogavam, o Senhor Jesus Cristo Crêem que a única verdadeira Igreja de Deus foi feição imaculada de Cristo, tanto na Sua natureza respondeu: «Vinde e vede» (João 1:39). E, de igual
formada sobre a Terra pelo Espírito Santo no dia de divina como na Sua verdadeira humanidade; a recon- Pentecostes e que compreende todos aqueles que são ciliação pelo sangue de Cristo vertido sobre a Cruz, filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus, porque todos R. Gschwind, Route de Chéseaux 2, 1400 Yverdon (Suiça) — N° p019

Source: http://bible.free.fr/archives/publications/tr_edification/019Reuniao_Cristaos.pdf

Effects of tocotrienol supplementation on hair growth in human volunteers

Tropical Life Sciences Research, 21(2), 95–103, 2010 Effects of Tocotrienol Supplementation on Hair Growth in Human Volunteers 1Lim Ai Beoy, 2Wong Jia Woei, 1Yuen Kah Hay 1School of Pharmaceutical Sciences, Universiti Sains Malaysia, 11800, Pulau Pinang, Malaysia. 2Hovid Bhd, 121, Jalan Tunku Abdul Rahman, 30010 Ipoh, Perak. Abstract: Studies have shown an association between oxi

bzsl.ch

SARGANSERLAND Langlaufloipen am Berg geniessen «Als BZSL angekommen» Im «neuen» Schulhaus des Berufs- undWeiterbildungs- zentrums Sarganserland (BZSL) läuft der Betrieb rund. Die kaufmännische Abteilung hat sich eingelebt, und das Verhältnisse auf dem Berg sind gut. ZbW ist mit einem ersten Lehrgang gestartet. Sargans. –Auf das Schuljahr 2013/14 Heu

Copyright © 2010-2014 Sedative Dosing Pdf